Rotas de um Comissário de Bordo - Hong Kong - Parte 1

Rotas de um Comissário de Bordo - Hong Kong - Parte 1

 

Mathews, Colaborador da TravelRoutes e escritor da coluna Rotas de um Comissário de bordo.

 

Olá a todos e desculpem minha demora em atualizar a coluna/blog! Eu estava de férias em Hong Kong e assim que voltei acabou que não tive tempo pra atualizar, mas aqui estou para compartilhar meus momentos pré e pós Hong Kong com vocês. 

Minhas férias foram decididas em cima da hora e isso é uma das vantagens de ser comissário de bordo. Uma amiga japonesa, Yumiko, queria ir de férias á Hong kong e me perguntou se havia disponibilidade para férias nessa época. Eu disse "sim" e 5 minutos depois ela mandou mensagem informando que havia comprado a passagem dela, logo eu tinha que comprar minha passagem também haha. Por ser comissário o preço não varia durante o ano, logo não houve qualquer problema, só felicidade!

Antes de partir para minhas férias em Hong Kong eu voei para Brisbane na Austrália, São Paulo (vôos com 1 dia de estadia) e Índia (bate e volta). Em Brisbane o avião pousou as 2 da manhã e como chegamos ao hotel as 3:30am eu passei o dia mais descansando que visitando a cidade, chega uma hora que o descanso acaba virando prioridade já que você sabe que voltará naquela cidade em algum outro momento, mas ainda assim deu para conhecer um pouco de Brisbane. 
No Brasil eu fui guia turístico do pessoal que nunca havia ido a São Paulo antes, logo não deu pra aproveitar muito ou comprar o que eu gostaria hahaha, mas pelo menos foi divertido e deu pra mostrar um pouquinho da cidade pra eles.

Enfim chegou o dia de ir pra Hong Kong e eu estava extremamente ansioso já que tenho várias amigas e 2 melhores amigas por lá, acredite todas essas amizades vieram do meu tempo de Disney! 

Ao chegar em Hong Kong pegamos um ônibus no aeroporto que nos levou até a parada próxima ao nosso Airbnb e caso estejam se perguntando como se orientar em Hong Kong é só lembrar que tudo é dito e escrito tanto em cantonês quanto em inglês, então fica fácil se orientar por ali. 

O nosso Airbnb era do outro lado da cidade, em região pouco turística, então esse ônibus já foi um belo passeio pra ver ter uma idéia inicial de Hong Kong, e logo me apaixonei. Chegamos ao Airbnb, largamos nossas coisas e fomos explorar a cidade! 

Hong Kong "faz parte da china", mas há uma diferença gritante seja ela política, social, linguística ou cultural. A cidade é segura e todas as comidas de rua são fiscalizadas então você pode se aventurar na comida sem medo. Eu mesmo comi sopa de tartaruga, ensopado de cobra, intestino de vaca e porco e a lista só aumenta, no entanto não tive nenhum problema com comida, nenhuma reação mesmo. 

Falando sobre comida, em Hong Kong tem o restaurante com uma estrela michelin em que um pedido sai por 5$ americanos, se isso nao te surpreende eu vou te falar que tudo que eu provei era incrível. Olha só as fotos! 

Além da culinária maravilhosa, o transporte público também é de fazer inveja até mesmo aos Europeus. O metrô conecta simplesmente tudo na cidade e acredite, o transporte público de Hong Kong te leva pra qualquer lugar que você queira ir. São ônibus 2 andares, mini-ônibus pelos bairros, trens elétricos conectando grandes areas, barcos entre as regiões costeiras e por aí vai. 

Espero ter consigo mostrar para vocês nesse primeiro post o quão incrível é Hong Kong! No próximo falarei um pouco da experiência que tive no Disney de lá! Se tiverem qualquer curiosidade sobre a cidade é só me perguntar! Até a próxima!

Viajando em tempos de Crise: Indonésia

Viajando em tempos de Crise: Indonésia

Viagens em Tempos de Crise: Budapeste

Viagens em Tempos de Crise: Budapeste