A triste verdade sobre elefantes e o turismo.

A triste verdade sobre elefantes e o turismo.

Com a recente morte do turista escocês Gareth Crow em um passeio de elefante na Tailândia, retoma-se a discussão sobre o abuso sofrido até hoje por estes animais. No caso, o turista foi jogado das costas do elefante quando este se recusou a receber comandos de seu treinador. Um trágico desfecho para um passeio, sem dúvida alguma, mas será que isso foi culpa do elefante?

Elefantes são selvagens e não foram feitos para serem montados. O problema surge aí. Tudo começa no ato de se “domesticar” o animal. Elefantes são cruelmente abusados para serem domados. São retirados bem cedo de perto de sua mãe (com 3 a 6 anos) e ficam a maior parte do tempo enclausurados e amarrados. Apanham muito e passam fome durante semanas até que recebem água e comida de seu novo cuidador (Mahout). Este não participou do processo de tortura do animal e é recebido como seu “salvador”. Isso garante a ultima etapa do processo de domesticação; a manipulação emocional do animal que cria um falso laço com seu dono.

Após a quebra do espírito do animal, vários elefantes são empregados na indústria do circo e turismo, o que faz com que casos como o de Gareth se repitam.

Acabar com essa prática é relativamente simples, basta não pagar por passeios que abusem destes animais. Sem demanda não existirá oferta. Montar um elefante pode parecer lindo e fantástico se você não sabe o tamanho do abuso que aquele animal já sofreu e ainda sofre.

Felizmente, mais e mais pessoas estão ficando a par desta triste realidade e escolhem passar longe destes passeios. Felizmente também, existem santuários especializados no cuidado e reabilitação de elefantes que sofreram abusos. Nos santuários é possível ver os animais de perto e aprender mais sobre esta barbárie que perdura em diversos países asiáticos.

Nessa última viagem que fizemos à Tailândia buscamos um santuário de elefantes para visitar e a nossa experiência foi incrível! A energia dos elefantes é tão grande e tão boa que é capaz de transformar o seu dia e até mesmo você!

No santuário pudemos passar o dia com os elefantes, alimentam-os e também entramos no rio com eles para um "banho". Garantimos para você qu essa experiência é muito melhor e mais satisfatório que em um elefante pois você sabe e percebe claramente que ali eles estão felizes e que você está podendo contribuir para isso.

Quer visitar elefantes da maneira correta? Procure um santuário sério como o Elephant Nature Park ou o Boon Lott’s Elephant Sanctuary.

Viaje com responsabilidade =]

Paris + Feiras = Amor

Paris + Feiras = Amor

Madrid: o que fazer até o final de fevereiro!

Madrid: o que fazer até o final de fevereiro!