7 passos simples para planejar a sua viagem de 4 dias para Paris

É normal ficarmos um pouco perdidos quando vamos começar a planejar uma viagem para um local que não conhecemos. Acredite, eu já passei muito por isso! Mas com o tempo vamos ganhando prática, conhecimento e as coisas vão ficando cada vez mais simples e mais fáceis.

A seguir vou compartilhar com vocês 7 coisas que sempre faço quando quero ir para Paris. Esses passos me ajudam muito a planejar o que quero fazer e me organizar durante mais ou menos 4 dias. 

 

1º Passo: Estação do ano

Paris é uma cidade incrível para se conhecer em todas estações do ano! E cada estação te proporcionará uma experiência diferente. Primeiro veja em qual estação irá visitar a cidade, não só para se programar para organizar a mala, como também para saber quais programações pode aproveitar naquela época determinada.

 

Primavera (21 Março-21 Junho) e Verão (21 Junho-21 Setembro)

Na primavera e verão você poderá fazer piquenique nos parques, curtir a “praia” no Rio Sena,  os terraços e seus cafés, ver festivais, andar de bicicleta e aproveitar a abertura oficial de todos os museus.  

Outono (21 Setembro-21 Dezembro)

Já o outono possui o seu festival próprio, além das grandes feiras que atraem os moradores locais. E claro que não podemos esquecer do início das decorações de Natal!

Inverno (21 Dezembro-21 Março)

O inverno geralmente cobre a cidade luz com uma neve branquinha, que a torna ainda mais charmosa e encantadora. O calor acolhedor dos cafés, restaurantes e museus torna a cidade ainda mais especial! Nesta época as decorações e feiras de Natal já tomaram conta das ruas e praças da cidade. Aqui você poderá tomar muito chocolate quente e arriscar na patinação no gelo.

 

2º Passo: Ver os eventos mensais

Se você gosta de shows, festivais, teatro, feiras, jogo de futebol e etc, é sempre legal ver com antecedência o que acontecerá na cidade nos dias que você estiver por lá. Os ingressos para esses eventos geralmente são bastante disputados e quanto antes você comprar e se programar, melhor!

 

3º Passo: Conheça o mapa da cidade

Quando viajamos já sabendo mais ou menos como a cidade é divida fica muito fácil nos localizarmos e aprendermos sobre os transportes públicos. Isso nós ajuda muito a ganhar tempo durante o dia e organizar as atrações que queremos conhecer.

Paris é uma cidade divida por distritos ou arrondissements, que correspondem a divisão administrativa que compõe a comuna de Paris e que formam seus bairros. A cidade tem um total de 20 arrondissements municipais.

• 1. arrondissement - Paris 1 - Louvre

• 2. arrondissement - Paris 2 - Bourse

• 3. arrondissement - Paris 3 - Temple

• 4. arrondissement - Paris 4 - Hôtel de Ville

• 5. arrondissement - Paris 5 - Panthéon

• 6. arrondissement - Paris 6 - Luxembourg

• 7. arrondissement - Paris 7 - Palais Bourbon

• 8. arrondissement - Paris 8 - Elysée

• 9. arrondissement - Paris 9 - Opéra

• 10. arrondissement - Paris 10 - Enclos Saint Laurent

• 11. arrondissement - Paris 11 - Popincourt

• 12. arrondissement - Paris 12 - Reuilly

• 13. arrondissement - Paris 13 - Gobelins

• 14. arrondissement - Paris 14 - Observatoire

• 15. arrondissement - Paris 15 - Vaugirard

• 16. arrondissement - Paris 16 - Passy

• 17. arrondissement - Paris 17 - Batignolles Monceau

• 18. arrondissement - Paris 18 - Buttes Montmartre

• 19. arrondissement - Paris 19 - Buttes Chaumont

• 20. arrondissement - Paris 20 – Ménilmontant

Como você pode perceber no mapa abaixo os bairros mais visitados e que possuem grande parte das atrações de Paris são os que estão marcados de negrito acima. Agora me diga como ter essa noção te dá outra percepção da cidade!

 

4º Passo: Dicas de moradores locais

Uma coisa que percebi ao longo das minhas viagens e sempre conhecendo e fazendo amizades com pessoas que moram em cada local, é que você tem uma outra experiência na cidade quando segue as dicas dadas por eles, moradores locais. Afinal ninguém conhece melhor uma cidade do que as pessoas que realmente moram nela!

Quando vamos a um restaurante ou bar frequentando por moradores locais vemos diferença no atendimento, no tipo de comida e até nos sentimos mais a vontade. O mesmo acontece quando vamos para um museu sabendo os horários menos cheios, conhecemos algumas ruas, parques e até mesmo feirinhas que nunca iríamos passar se não fossem por aquelas dicas.

Esses pequenos detalhes mudam a forma com que vemos e experimentamos a cidade! Assim a experiência fica ainda mais gostosa!

 

5º Passo: Definir as atrações

Paris é uma cidade enorme e cheia de locais incríveis. Sendo assim, você deve saber e organizar bem o quer conhecer para que aproveite ao máximo os dias que estará na cidade.

Defina as atrações turísticas que gostaria de conhecer, veja os horários de funcionamento, o melhor horário para visitação e crie uma logística para que você não fique fazendo um pinga-pinga entre locais distantes da cidade e perca muito tempo.

Dicas como: comprar o ticket com antecedência, onde comprar, se o museum pass é uma boa opção, melhores horários e outras são de grande ajuda para você se organizar e ganhar tempo!

 

6º Passo: Definir os restaurantes

Considero esse um dos passos mais importantes do meu roteiro porque AMO uma boa comida! Hihihi

Escolher bons restaurantes em nossas viagens pode ser algo bastante complicado, até mesmo com a facilidade do tripadvisor. Digo isso porque os restaurantes mais bem ranqueados ali são geralmente turísticos e fogem daquilo que preso em minhas viagens, bons preços, bom atendimento e ótima comida!

Como sendo uma pessoa que ama comer bem, sempre que viajo faço questão de buscar restaurantes locais. Ao encontrar esses restaurantes, antes através muita pesquisa e hoje através da ajuda dos nossos colaborares, eu os mapeio, vejo os horários de funcionamento e vou colocando-os no mapa de acordo com a próximidade de uma atração turística que quero conhecer, assim consigo fazer as 2 coisas e não perder tempo.  Afinal, não existe nada mais chato que chegar em restaurante que queremos muito conhecer para o almoço e descobrir que ele somente abre para a janta, né? E quando você passa um tempão para decidir um restaurante ali na hora e acaba não sendo aquilo que você esperava ou até mesmo ruim? Chega bate um tristeza, né?! :(

 

7º Passo: Organizar o roteiro

Esse pra mim é o passo mais importante da minha viagem! Quando monto um roteiro vejo a minha viagem, meus desejos, sonhos e vontades concretizados ali e isso é uma delícia!

Para organizar o seu roteiro comece dividindo os dias da sua viagem, depois divida as atrações e coisas que quer fazer pela proximidade e pelos dias! Isso te dá uma visão clara do que fazer dia-a-dia e de como se organizar.

Quando falamos em roteiro as vezes pensamos em algo limitador da nossa experiência, mas é justamente ao contrário! Quando temos um roteiro definido não significa que precisamos nos limitar a aquilo que está nele, mas ele nos serve de Guia para o que desejamos fazer. Do seu hotel a atração turística, da atração turística ao restaurante e durante todo o seu dia você caminhará por ruas que não conhece, passará por becos de arquiteturas lindas e nada disso estará no seu roteiro. E ao caminhar você verá e descobrirá coisas novas e incríveis!

Eu vejo o meu roteiro como o meu Guia organizado de desejos para que eu não perca tempo e nem deixe de fazer algo que quero muito. A única coisa que pode limitar a nossa experiência somos nós mesmo! 

Afinal de contas, não existe sensação pior que voltar de viagem e se arrepender de não ter feito algo que queria muito ou ver um lugar na internet que poderia ter conhecido, mas por falta de informação ou planejamento acabou não conhecendo.

Sabemos que seguir todos esses passos toma um tempo que muitas vezes não temos ou até mesmo é algo que não curtimos muito fazer. Se você se encaixa em um desses perfis ou simplesmente quer uma experiência diferente na sua viagem, estamos aqui para te ajudar! 

Clau é fundadora da TravelRoutes, apaixonada pela Ásia, hipster de atrações turísticas e movida por boa comida, principalmente se for daquele lugar pequeno escondido em uma rua estreita!